Dicas

Confira nossas dicas sobre como você pode usar melhor o seu imóvel, aproveitando mais espaço, beleza e durabilidade dos pisos, pinturas, madeiras, louças, inox, etc. Assim você economiza e ainda vive melhor e com muito mais conforto.

Sr. Proprietário, a partir de agora, você tem o privilégio de participar de mais um empreendimento da Petra Engenharia, podendo desfrutar de todas as vantagens de ser um condômino do Edifício.

Estas dicas foram elaboradas para ajudá-lo na correta utilização e manutenção do seu imóvel, na certeza de assegurar a sua qualidade.

A leitura atenta e integral deste conteúdo é imprescindível, tanto para o proprietário como para todos os usuários de imóveis.

Os proprietários têm a responsabilidade de utilizar de forma correta e promover manutenção preventiva da edificação, para que haja menor desgaste de materiais e peças, evitando-se a danificação e o envelhecimento precoce.

DESFRUTE DO CONTEÚDO E BOA LEITURA!

dica_aco

Usar apenas água e sabão neutro para retirar gorduras das cubas de aço inoxidável. Nunca usar materiais abrasivos como bombril, sapóleo etc.

Após lavagem, passar pano com álcool para devolver brilho natural de aço inóx.

Para renovar o lustro, aconselha-se o uso de Kaol ou pó de gesso.

Evitar o acúmulo de louça dentro da cuba, pois o excesso de peso pode ocasionar o rompimento de sua fixação na bancada.

dica_azulejo

Evitar o uso de detergentes agressivos, ácidos ou soda cáustica, bem como escovas e produtos concentrados de amoníaco que atacam o esmalte das peças e seu rejuntamento.

A limpeza e lavagem destes revestimentos, poderá ser feita com sabão em pó neutro, utilizando pano úmido ou esponjas.

Na limpeza tomar cuidado com encontros de paredes com tetos em gesso.

Semestralmente deve ser feita a revisão de rejuntamento, principalmente na área para box de chuveiro pois a água quente com sabão ataca o material e pode provocar, no futuro, infiltrações para o andar de baixo, apesar da impermeabilização efetuada. Para refazer o rejuntamento, utilizar materiais apropriados existentes no mercado e mão-de-obra especializada.

dica_esquadrias

Não apoiar escadas ou outros objetos na superfície das esquadrias e evitar pancada sobre as mesmas.

As janelas e porta devem correr suavemente, não devendo ser forçadas.

As guias (corrediças) devem ser limpas periodicamente e lubrificadas com pequena quantidade de vaselina líquida.

Não forçar os trincos.

Seguir as instruções do fabricante, para aumentar a durabilidade das esquadrias:

  • limpar periodicamente com uma flanela ou pano macio seco, para remoção de poeira; nos cantos de difícil acesso, use pincel de pelos macios.
  • para remover fuligem, limpe com água quente e seque com pano macio;
  • lavar com água e sabão ou detergente diluído com água, enxugar para remover detrito de pássaro ou sujeiras acumuladas por períodos mais longos. Uma pequena quantidade de álcool ( de 5 a 10% de álcool) na água será de grande auxílio;
  • para remover respingos de tinta a óleo, graxa ou massa de vedação, passe um solvente tipo Varsol ou querosene (não usar thiner);
  • caso ocorram respingos de cimento, gesso, ácido ou tinta, remover imediatamente com um pano úmido e, logo após, passar uma flanela seca;
  • nunca utilize qualquer tipo de palha de aço;
  • não remover, em caso algum, as borrachas ou massas de vedação para evitar infiltrações indesejáveis.

dica_forro

Nos forros não se deve permitir impactos, pois podem quebrar.

Não fixar ganchos ou suportes para pendurar vasos ou qualquer outro objeto pois não estão dimensionados para suportar tal peso.

Recomenda-se que os forros da cozinha e banheiros que possuam chuveiros sejam repintados anualmente.

dica_eletrica

A manutenção preventiva das instalações elétricas é bastante simples e deve ser executada com os circuitos desenergizados (chave desligadas):

Quadro de distribuição de circuitos(uma vez por ano):

  • reapertar todas as conexões;
  • eliminar pontos de fios que apresentarem sinal de superaquecimento;
  • substituir chaves com problemas para a religação;
  • rever estados de isolamento das emendas de fios;

Tomadas, interruptores e pontos de luz (a cada 2 anos):

  • reapertar todas as conexões;
  • verificar estado dos contatos elétricos e substituir as peças que apresentarem desgaste.

Não permitir a utilização de extensões a partir das tomadas de uso comum para uso privativo.

dica_loucas

A limpeza das louças sanitárias deve ser efetuada somente com água, sabão e desinfetante, evitando o uso de pós abrasivos (sapóleo) e esponjas de aço que podem danificar as peças e os rejuntes.

Para evitar entupimentos, não jogar nos vasos sanitários: absorventes higiênicos, plásticos, algodão, cotonetes, grampos ou outros objetos.

Não jogar gordura ou resíduos sólidos nos “ralos” e sifões de pias e lavatórios. Manter a pia da cozinha sempre protegida com a grelha que acompanha a cuba de inox.

Fazer a limpeza de todos os ralos e sifões de pias e lavatórios periodicamente, sendo conveniente que este serviço seja executado por um profissional especializado.

Jogar água nos ralos e sifões quando estes estiverem muito tempo sem uso, para evitar o mau cheiro da rede de esgoto, principalmente no verão.

Semestralmente, deve ser feita a revisão de rejuntamento das peças sanitárias.

dica_torneira

Deve-se proceder à limpeza dos metais sanitários ou ferragens apenas com pano úmido, pois, qualquer produto químico poderá acarretar remoção da película protetora, ocasionando a sua oxidação.

Não utilizar esponja de aço ou similares.

Durante o manuseio de torneiras e registros não se deve forçá-los, pois isso pode danificar as suas vedações internas e provocar vazamentos.

Não utilizar torneiras ou registros como apoio ou cabide.

Evitar batidas nos tubos flexíveis que alimentam os lavatórios e as caixas acopladas dos vasos sanitários.

dica_pintura

Nunca usar álcool sobre tinta plástica (latéx PVA).

Com o tempo, a pintura escurece um pouco, devido á exposição constante à luz natural e à poluição. Não faça retoques em pontos isolados, em caso de necessidade pinte toda a parede ou cômodo.

Aconselhamos que sejam efetuadas duas demãos de esmalte sintético nas esquadrias de ferro (gradis, portões, grelhas, etc.) a cada 12 meses para boa conservação dos mesmos.

Não esfregar as paredes.

Limpar somente com um pano umedecido e sabão neutro.

Na parede externa deve ser feita lavagem da seguinte forma:

  • lavar com hidro-jato à baixa pressão;
  • para manchas persistentes usar esponja macia com detergente neutro,
    enxaguando-se logo em seguida.
  • os locais mais críticos são os para-peitos: enxaguar as paredes de baixo em volta dos mesmos para que não escorra “água suja” que poderia impregnar a sujeira nas paredes.

A pintura interna tem uma responsabilidade menor em termos de durabilidade da casa, devendo ser feita conforme a sua deterioração natural e as condições estéticas dos ambientes comuns.

dica_porta

As portas pintadas devem ser limpas com água e sabão neutro diluído. Jamais utilizar produtos ácidos ou à base de amoníaco.

Procurar manter as portas sempre fechadas para evitar que empenem com o tempo e principalmente com o sol;

Não molhar constantemente a parte inferior das portas para evitar seu apodrecimento.

Cuidado especial deve ser tomado com relação às batidas de portas. Além de causar trincar na madeira e na pintura, podem causar danos ao revestimento das paredes ou estragar as fechaduras.

Para evitar emperramentos de dobradiças e parafusos, verificar que estes estejam sempre firmes e que nenhum objeto se interponha sob as portas.

Lubrificar periodicamente as dobradiças com uma pequena quantidade de grafite.

As portas e ferragens não estão dimensionadas para receber aparelhos ou equipamentos que causem esforços adicionais.

Nas fechaduras e ferragens, não aplique produtos abrasivos, basta uma flanela para limpeza.

dica_canos

Normalmente não há necessidade de manobras nos registros da cobertura, a menos para a realização de reparos em alguma prumada de água. Entretanto para manter todos os registros em bom estado é necessário utilizá-los periodicamente. Recomenda-se, assim, que cada seis meses, os registros da cobertura sejam completamente fechados e abertos, de forma a evitar eventuais surpresas em um momento de necessidade.

As tubulações que não são constantemente usadas (limpeza e ladrão) devem ser acionadas a cada seis meses, de forma a evitar entupimentos, devido à incrustações, sujeira, etc.

dica_caixa

Deve-se inspecionar o reservatório de água a cada seis meses, verificando-se limpeza, presença de objetos estranhos, incrustações nas paredes ou no fundo e condições de impermeabilização.

Uma vez por ano ao detectar qualquer problema deve-se recorrer a uma empresa especializada para a realização da limpeza ou eventual manutenção do revestimento impermeável dos reservatórios.

dica_vidro

Para realização da limpeza, deve-se utilizar apenas pano umedecido com álcool ou limpa-vidros de fórmula neutra.

Deve-se ter cuidado, no momento da limpeza para não danificar as esquadrias de alumínio.

dica_hidraulica

Em caso de emergência, como rompimento de qualquer tubulação, é necessário, em primeiro lugar, fechar o registro da prumada correspondente à tubulação. Se isto não for possível, deve-se fechar o registro geral, na saída do reservatório superior.

Evitar despejos de objetos sólidos nas bacias ou ralos, a fim de não serem danificadas as tubulações de esgoto. Em caso de entupimento das prumadas, cada qual possui em seu pé, localizado no subsolo, tampa de inspeção para auxílio do desentupimento.

dica_pia

Retirar o sifão, que está localizado na parte debaixo da cuba e fazer a limpeza retirando os resíduos. Observar se a tubulação de saída contém massa de gorduras cristalizadas obstruindo a passagem de líquidos. Fazer toda a limpeza e recolocar o conjunto do sifão, tendo o cuidado de verificar a vedação das roscas.

Não utilizar produtos corrosivos à base de soda cáustica e ácido, arames ou ferramentas não apropriadas. Consultar um profissional ou empresa especializada em casos graves.



Curta a nossa página no Facebook para ficar por dentro de novidades!